Blog

Saiba como podemos retornar às nossas atividades e, ao mesmo tempo, evitar a disseminação do novo coronavírus no ambiente de trabalho.

Coronavírus no Ambiente de Trabalho. Como Evitar?

Blog

Saiba como podemos retornar às nossas atividades e, ao mesmo tempo, evitar a disseminação do novo coronavírus no ambiente de trabalho.

coronavírus no ambiente de trabalho

Estamos enfrentando uma guerra contra o coronavírus e vivendo em meio a um cenário de incertezas a respeito dos melhores caminhos para vencermos esse período. Ainda mais, buscando formas de evitar o maior número de sequelas possíveis, no campo da saúde e da economia. Acompanhe este texto para saber como evitar o coronavírus no ambiente de trabalho.

Como a mídia está tratando sobre o tema?

Atualmente a mídia nos fornece grande quantidade de informação todos os dias. Sempre nos trazendo posições fundadas em opiniões dos dois extremos desta questão.  De uma forma sensacionalista, as posições polemicas são mais atraentes e geram mais audiência, mas qual será o melhor para o Brasil? Será que temos que escolher entre a prosperidade econômica ou a vida dos nossos familiares mais frágeis? Além disso, Será que podemos encontrar um meio razoável de trabalhar sem colocar nossos entes queridos em risco?

Existe uma solução que não nos obriga a escolher entre extremos. Portanto e esse foi o meio adotado por países asiáticos como o Japão, Coreia do Sul e China nos últimos meses.

Leia o artigo até o final e saiba como podemos retornar às nossas atividades e, ao mesmo tempo, evitar a disseminação do novo coronavírus no ambiente de trabalho

Qual a posição do ministério da saúde?

Em meio à pandemia do COVID-19, o ministério da Saúde procura encontrar as formas mais eficientes de conter o contagio massivo de pessoas e assim evitar o colapso do sistema de saúde público e privado. Devido a essa razão, para isso, têm sido disseminadas algumas orientações para que o vírus não se espalhe de forma muito rápida.

Inicialmente as orientações eram voltadas para a higiene e cuidados básicos. Apenas o uso do álcool em gel ou água e sabão para lavar as mãos com frequência, como resultado, evitar contato corporal com outras pessoas. Como resultado evitar contato das mãos com o nariz e a boca antes de lavar as mãos, além de evitar aglomerações.

Como o vírus vem se comportando

Após algum período com o vírus ainda se espalhando, foram estabelecidas algumas novas medidas. Certamente um pouco mais restritivas, tais como a proibição de eventos públicos e privados, redução do transporte público e fechamento de fronteiras terrestres com alguns países.

Contudo, desde a ultima semana as orientações têm sido ainda mais restritivas visando que as pessoas permaneçam em casa pelo maior tempo possível. Recomendando o teletrabalho, antecipação de férias ou até mesmo o fechamento das empresas para possibilitar a contenção do contágio.

Como resultado, as últimas indicações do Ministério da Saúde têm sido contestadas pelo Presidente da República. Jair Bolsonaro têm feito indicações contrárias ao lockdown sugerido pelo Ministério e pelas Secretarias de Saúde dos estados e municípios, uma vez que essas medidas podem trazer consequências graves para a economia.

Qual a posição do Presidente da República?

O presidente da republica, fez um pronunciamento nacional no último dia 24 de março, sobre o exagero de prefeitos e governadores em programar as quarentenas espalhadas por todo território nacional.

Além disso na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, no dia 25/03/2020 em entrevista coletiva ele reafirma o mesmo discurso reforçando os impactos sobre a economia. Na ocasião ele disse:

“O que estão fazendo no Brasil, alguns poucos governadores e alguns poucos prefeitos, é um crime. Eles estão arrebentando com o Brasil, estão destruindo empregos. E aquelas caras que falam ‘ah, a economia é menos importante do que a vida’. Cara pálida, não dissocie uma coisa de outra.”

O que o presidente pensa a esse respeito

Realmente pode parecer que o presidente não se importa com a vida das minorias mais frágeis em meio a esta situação, mas as orientações do Ministério da Saúde não possuem análise de como será a guerra contra o coronavírus depois da quarentena.

Não podemos parar o Brasil, por tempo indeterminado, para resolver esta situação, afinal os efeitos do lockdown podem ser tão terríveis quanto a própria doença. Alguns membros do ministério da saúde dizem “não queremos terminar com o coronavírus pois essa é uma tarefa impossível no momento, além do que o objetivo seria reduzir a velocidade de contágio para possibilitar aos hospitais o atendimento de todos os pacientes”, mas matematicamente essa conta não fecha.

Pensando em uma solução

Portanto, para isso teríamos que ter uma quarentena de três meses ou mais, e desta forma poucas empresas conseguiriam aguentar até a retomada das atividades. Os Estados Unidos, país mais rico do mundo, viu sua taxa de desemprego que estava por volta de 3,5% antes do coronavírus, disparar. Especialistas já anunciam que esse número pode aumentar para 20% após quatro meses do início dos contágios. Enquanto no Brasil o índice de desemprego girava em torno de 11% antes da doença, e se tudo parar por tempo indeterminado podemos agravar nossa crise econômica e consequentemente o nível de desemprego.

Como a China, Japão e Coreia do Sul reduziram drasticamente novos contágios por coronavírus e conseguiram retomar as atividades produtivas ao mesmo tempo?    

Os chineses se mantiveram em isolamento por 21 dias a fim de diminuir a velocidade da transmissão do vírus e, consequentemente, ter maior tempo hábil para gerar um PLANO DE AÇÃO PARA A SAÚDE E ECONOMIA.

O objetivo deste plano foi reduzir a transmissão através de medidas comportamentais possibilitando as empresas trabalharem e ao mesmo tempo evitarem novos contágios. Caso as empresas não cumpram o plano estabelecido, o governo pode multar ou até mesmo proibir a continuidade das operações das empresas que não respeitarem o protocolo de trabalho em meio a uma pandemia.

Este PLANO DE AÇÂO funcionou e a China já está próxima de zerar seus novos casos, sendo que neste momento, o pequeno volume de novos casos diários de contagio pelo coronavírus corresponde a pessoas chegando de outros países infectados. São as nova práticas para atuar com o coronavírus no ambiente de trabalho

Então, quais foram estas medidas?

Método Asiático de Combate ao Corona Vírus

Os países asiáticos são exemplo de como ter sucesso no combate a epidemia de coronavírus no ambiente de trabalho. mantendo suas atividades econômicas e, principalmente, os empregos e vidas de sua população.

Caso tenha qualquer dúvida envie seu e-mail para a Luter LED no endereço:

coronavírus@luterled.com.br

Duvidas sobre abastecimento de mascaras:

mascaras@luterled.com.br

Duvidas sobre esterilizadores de ambiente (informar o tipo de ambiente e área em  m2) :

esterilizadordear@luterled.com.br

Acompanhe a Luter LED nas redes sociais: LinkedInFacebook e YouTube!

We take processes apart, rethink, rebuild, and deliver them back working smarter than ever before.