Ângulo de Iluminação: entenda o que é e para que serve

Ângulo de iluminação

Um sistema de iluminação, seja ele industrial, comercial ou empresarial, precisa ser bem elaborado e bem estruturado, sempre com o objetivo de poupar recursos e garantir excelente custo benefício a médio e longo prazo. 

Por isso, ao desenvolver um projeto de iluminação, é extremamente importante que o profissional responsável se atente ao ângulo de iluminação dos equipamentos e do ambiente. 

Sem esse estudo e análise prévia, é possível que o ambiente sofra com má iluminação ou mesmo ofuscamento, dependendo da gravidade do problema. 

Assim, pensando em te ajudar, a equipe Luter LED desenvolveu este conteúdo completo, com tudo o que você precisa saber sobre ângulo de iluminação, sua importância e como identificá-lo em projetos luminotécnicos. Continue a leitura e aproveite! 

O que é o ângulo de iluminação?

O ângulo de iluminação, também chamado de ângulo de abertura e ângulo de facho, tem um nome bem sugestivo e envolve o raio ou feixe de luz emitido pelos equipamentos, medidos em graus de abertura.

Isso significa que, quando falamos em ângulo de iluminação, consideramos a abertura ou feixe de luz emitido e suas características, como abrangência e intensidade luminosa em LÚMENS.

Saber identificar o ângulo de iluminação dá ao profissional a capacidade de moldar a luz a seu favor e a favor do ambiente em pauta, a fim de valorizá-lo e trazer vida a ele.

Afinal, alguns ambientes, como os comerciais, demandam feixes de luz com maior abertura, acima de 120°, por exemplo. Para iluminação difusa, proporciona uma iluminação homogênea de acordo com os pontos de iluminação aplicados no projeto luminotécnico. 

Existe também a iluminação focal, que possui luminárias LED com ângulo de distribuição luminosa mais fechado como 23º ou 38º, para dar destaque em algum produto para atrair a atenção dos clientes ou mesmo detalhes da arquitetura do local.

Em contrapartida, outros cenários, como os industriais, por exemplo, demandam diversos tipos de ângulos de iluminação, de acordo com a altura e necessidade do nível de iluminamento em LUX para obter uma iluminação dentro das normas técnicas, evitando quaisquer deslizes ou erros humanos por iluminação precária. 

Um bom exemplo é a utilização de luminárias LED com abertura de 60º ou 90º, comumente utilizadas para uma iluminação industrial homogênea para facilitar o manuseio de maquinários, leitura de placas de aviso e, consequentemente, aumentar a produtividade e a segurança do colaborador. 

Pensando nisso, é compreensível que todos os profissionais do ramo de iluminação se interessem pelo tema, visando personalizar os ambientes nos quais atuam e torná-los cada vez mais efetivos, com uma iluminação equilibrada e homogênea. 

Como calcular o ângulo de iluminação?

Para calcular o ângulo de iluminação apropriado devemos medir a altura de fixação das luminárias e a área que deve ser iluminada. Com estas informações, faça o desenho de um triângulo com as medidas em escala e, dessa forma, facilmente conseguirá medir o ângulo de iluminação desejado.

Porém há a possibilidade de que este número fique “quebrado” e, por isso, você deve escolher o ângulo de distribuição luminosa mais próximo do resultado obtido. 

Como, por exemplo, em um caso de iluminação industrial onde a luminária está a 8 metros de altura e precisa iluminar uma área de 9 metros quadrados (4,5 metros de cada lado). Desta forma, teremos o triângulo em escala, conforme mostra a imagem abaixo:

Como calcular o ângulo de iluminação

Assim se torna fácil, medir com o transferidor o ângulo resultado deste desenho.  

O que é ângulo do facho de luz?

O ângulo de facho de luz é a angulação da abertura da luz emitida por uma fonte luminosa. Em outras palavras, o quanto os fachos de luz emitidos pela mesma fonte luminosa “abrem” em relação a sua origem luminosa.

Vamos usar uma luminária, por exemplo, como o referencial da fonte luminosa: quanto menor a abertura, ou seja, a angulação dos fachos de luz, maior será o foco da mesma. Da mesma forma, quanto maior a angulação, menor é o foco da luminária.

O foco irá determinar o quanto a luminária é direcional, semi-direcional ou  Omnidirecional. As luzes direcionais têm como função guiar o olhar do observador. Ou seja, elas destacam objetos específicos ou uma fração do ambiente iluminado.

Um bom exemplo é quando penduramos um quadro na parede. Nessa caso, é indicada a utilização da iluminação direcional para dar destaque e realçar a beleza do mesmo.

Os conceitos de Ângulo de Facho de luz e Foco são inversamente proporcionais. Com isso, concluímos que as grandezas inversamente proporcionais são aquelas que a alteração em uma causa um efeito proporcional, porém oposto na outra.

O que é o ângulo de abertura de uma luminária LED?

O ângulo de abertura está relacionado ao grau em que uma determinada quantidade de luz é emitida. É imprescindível conhecer o ângulo de abertura das fontes luminosas para proporcionar uma iluminação adequada para o ambiente a ser iluminado.

É importante ter em mente que existe uma variação de ângulos de abertura de acordo com o modelo de luminária. Além disso, é necessário saber o ângulo de abertura da fonte luminosa da luminária para projetar uma iluminação adequada para a necessidade exigida pelas atividades que serão desenvolvidas nesse ambiente. 

O que é o ângulo simétrico?

O que é o ângulo simétrico

O ângulo simétrico é obtido quando os 2 eixos emitem luz na mesma angulação e desta forma. Ele é representado por 60º x 60º. Veja abaixo um exemplo de luminária com ângulo simétrico:

O que é o ângulo assimétrico ou facho corredor?

O que é o ângulo assimétrico

O ângulo assimétrico, por sua vez, é obtido quando os 2 eixos não emitem luz na mesma angulação e, desta forma, é representado por 60º x 110º. Veja abaixo um exemplo de luminária com ângulo assimétrico:

Tanto os ângulos simétricos quanto os assimétricos são utilizados de acordo com a geometria do local e o objetivo de iluminação a ser atingido.

Para que serve o ângulo de iluminação?

Para que serve o ângulo de iluminação

Agora que você já entendeu o que é o ângulo de iluminação, precisa saber qual a aplicação do ângulo de iluminação em empresas e indústrias, por exemplo. 

O ângulo de iluminação serve ao projetista para amplificar seu desempenho. Imagine este profissional projetando uma iluminação de um corredor de porta pallets de 14 metros de altura com 3 metros de largura.

Neste caso, se o projetista usar aquelas luminárias de luz difusa com 120 a 160 graus de ângulo de iluminação, pouca luz será incidida para o centro do corredor, onde realmente importa.

Assim, será muito difícil atender o iluminamento da norma em LUX deste local, mesmo que aumente o número de luminárias. Por isso, o projetista profissional faz a simulação digital do melhor ângulo de iluminação para atender o nível de iluminamento dentro da geometria do local.

Importância do ângulo de iluminação

Com essa simulação, é possível garantir que a distribuição da luz nos ambientes seja ideal, sem discrepâncias ou geração de incômodos visuais prejudiciais, como ofuscamento

Qual é a importância do ângulo de iluminação?

Garantir o ângulo de iluminação adequado é essencial para evitar problemas, acidentes e até mesmo prejuízos à saúde e produtividade a longo prazo. 

O ângulo de iluminação adequado irá direcionar a luz para onde é realmente necessário, evitando assim desperdícios, redução do consumo de energia e aumento do conforto visual.

Afinal, imagine uma indústria com diversos maquinários pesados, por exemplo, que não tem uma iluminação correta. O resultado poderia ser trágico, desde as margens de falhas ao manusear os equipamentos até a produtividade dos funcionários comprometida devido ao desconforto à exposição da luz.

Como saúde ocupacional e produtividade devem ser os pilares de qualquer negócio ou instituição, fazer uso do ângulo de iluminação adequado para regular as luzes do ambiente é essencial e não pode ser negligenciado. 

Irá proporcionar uma iluminação dentro da normativa para cada diferente local de aplicação como, por exemplo:

  1. Corredores de porta pallets 
  2. Diferentes ângulos para diferentes alturas
  3. Refletores com lentes e ângulos de longo alcance 
  4. Lentes para homogeneizar a iluminação
  5. Ângulos assimétricos para aplicações de destaque ou de local com geometrias retangulares
  6. Ângulo de iluminação fechado para marcações arquitetônicas como destaque de objetos ou mesmo marcação do caminho a ser seguido.

Do mesmo modo, é necessário que a fonte luminosa escolhida seja adequada e fiel ao ângulo de iluminação medido (algumas luminárias podem não ser 100% correspondentes e acarretar em erros para a estratégia luminotécnica). 

Por isso, deve-se investir em luminárias de LED, que são totalmente fiéis ao seu ângulo de iluminação.

Vale a pena investir em materiais de qualidade, como as luminárias LED de 5 anos de garantia da Luter LED, disponíveis em diversos modelos para atender às mais específicas necessidades, diferentemente de outros modelos presentes no mercado. 

Quais os principais ângulos de iluminação utilizados?

principais ângulos de iluminação 220 lux

principais ângulos de iluminação 180 lux

Além do conhecimento sobre a utilidade e importância dos ângulos de iluminação, é interessante conhecer quais são as principais medidas utilizadas no mercado de iluminação. 

Nesse sentido, entenda que os fachos de luz abaixo de 45° são os mais adequados para causar o efeito de iluminação direcional ou focal, quando é necessário expor determinados objetos ou destacar ambientes específicos. 

Ao mesmo tempo, em ambientes “comuns”, com utilização diária e não específica, o ângulo de iluminação adequado é de 120° ou mais, para uma iluminação difusa ou distribuída.

  • 15°
  • 23°
  • 38°
  • 45°
  • 60°
  • 90°
  • 120°

Com este exemplo de ângulos de iluminação é possível atender diversas necessidades de mercado.

Os ângulos de Iluminação e os Projetos Luminotécnicos

Como você já pôde perceber, os ângulos de iluminação são parte indispensável dos projetos luminotécnicos, já que precisam ser identificados e devidamente ajustados para alcançar bons resultados no projeto como um todo.

A escolha de luminárias com lentes ópticas avançadas permite o melhor  ângulo de iluminação para o direcionamento da luz de acordo com a necessidade do ambiente.

Nesse estágio, é importante contratar uma empresa especializada em desenvolvimento e execução de projetos luminotécnicos, como a Luter LED, que atua há anos no ramo e utiliza apenas conceitos e produtos de alta qualidade. 

Toda a equipe Luter LED é altamente qualificada e transparente com os clientes, além de oferecer sempre os melhores equipamentos, como luminárias LED de diferentes modelos e aplicações, todas com 5 anos de garantia e diferenciais de mercado. 

O que acha de contar com a ajuda de quem entende do assunto para desenvolver o seu projeto luminotécnico e auxiliá-lo na medição dos ângulos de iluminação dos seus ambientes? Basta entrar em contato conosco e solicitar seu orçamento! 

Conte com a ajuda da Luter Led para garantir um projeto luminotécnico de qualidade!

Conclusão

Percebeu como é essencial manter o equilíbrio luminoso nos projetos através dos ângulos de iluminação corretos? Não basta apenas saber quais são os ângulos ideais, mas entender como aplicá-los em cada ambiente. 

Viu só? Tudo o que você precisa é informação de qualidade e direcionamento específico de quem entende do assunto para entender os temas relacionados ao universo da iluminação técnica. 

Se você gosta desse tipo de conteúdo, basta continuar acompanhando o nosso Blog, que já tem temas como ofuscamento, temperatura de cor e eficiência energética. Vale a pena conferir!

We take processes apart, rethink, rebuild, and deliver them back working smarter than ever before.