Smart Lighting: Conheça o que é e o impacto dessa tecnologia

Smart Lighting Luter Led - mundo smart

O que é Smart Lighting?

O Smart Lighting é uma técnica que vem ganhando mercado e gerando uma verdadeira revolução na forma de iluminar e consumir energia. Na tradução literal, Smart Lighting significa ‘iluminação inteligente’. Portanto pode ser definido como um tipo de tecnologia de iluminação desenvolvida para promover a eficiência energética.

Enquanto o mundo tem se tornado smart, a iluminação não poderia ser diferente. Por outro, lado temos os conceitos de smart city, smart industry e smart home. Ou seja, hoje tudo está conectado, integrado e mais inteligente.

A tecnologia Smart Lighting envolve equipamentos elétricos capazes de garantir uma alta eficiência. Além disso,  integra controles automatizados para realizar ajustes inteligentes. Como resultado, analisam a área a ser iluminada, a luz natural, entre outros fatores.

Onde implementar?

A tecnologia de smart lighting é empregada em alguns casos para efeitos estéticos, como em shoppings e supermercados.

Outra utilidade muito recorrente é para iluminação de tarefas ocupacionais por exemplo,  nas linhas de produção de galpões das grandes indústrias e hospitais.

Além disso, os ambientes externos também são bastante implementados, como em estacionamentos, ruas e avenidas para garantir a segurança dos passantes durante a noite.

Smart Lighting como solução de uma Iluminação LED - Luter Led

A economia gerada com o Smart Lighting

Essa tecnologia tem a economia de energia elétrica como um dos principais diferenciais.  Ela pode gerar uma redução de mais de 90% do consumo, graças aos altos índices de eficiência aplicados aos projetos.

Para sua aplicação são necessários alguns passos como: a analise da energia natural gerada em cada ambiente, realizando o aproveitamento da luz do sol em conjunto com a tecnologia, algo que trará benefícios de forma sustentável, otimizando menos recursos das luminárias; após é necessário programar o equipamento afim de manter sempre uma mesma intensidade de iluminação.

Após a iluminação natural gerada pelo sol diminuir, as luminárias passam trabalhar mais para compensar.

Menos necessidade de manutenção

Um fator importante é que com o smart lighting funcionando, a quantidade de manutenção é mínima. Não há necessidade de acompanhamento humano na maior parte do tempo.

Uma curiosidade! Os sistemas de smart lighting podem ser controlados via internet para ajustar o brilho da iluminação e os horários de utilização. Com tecnologia específica que envolve uma rede inteligente, inclusive atribuindo endereços de IPs às lâmpadas. Assim, o controle se torna muito mais simples.

Como funciona a tecnologia Smart Lighting na prática?

Para compreender como o smart lighting funciona, é preciso lembrar que uma característica essencial da tecnologia é o uso de sensores de ocupação, com temporizadores que sinalizam a unidade de controle eletrônico após períodos de inatividade pré-definidos. Podem ser instalados sensores infravermelhos, ultrassônicos ou híbridos.

Sustentabilidade x Smart Lighting

A iluminação inteligente possui também um papel fundamental quando falamos sobre sustentabilidade.

Hoje, 19% de toda a energia produzida no planeta é utilizada para a iluminação e 6% das emissões de gases de efeito estufa derivam daí. Portanto, uma iluminação inteligente reduz também o impacto ambiental no planeta.

Quer saber mais sobre essa tecnologia e entender como implementar no seu negócio? Fale com um de nossos consultores e tire suas dúvidas.

Leia também: Indústria 4.0 no setor elétrico: o que mudou?

Também acompanhe todos as novidades da Luter LED através de nossas redes sociais:  LinkedInFacebook e YouTube!