Luminárias Industriais LED: conheça os 6 principais modelos

luminárias LED

Existem vários tipos de luminárias de LED no mercado. Dos modelos residenciais mais simples às luminárias de alta potência com recursos inteligentes. Além disso a maior vantagem desses produtos, continua sendo a eficiência: elas duram, em média, oito vezes mais do que as lâmpadas fluorescentes e cinco vezes mais do que as lâmpadas de vapor metálico!

A economia de energia e a durabilidade, somadas ao seu evidente benefício ecológico, tornaram o LED uma das tecnologias mais prestigiadas pelo público. Por outro lado, as queixas de muitos consumidores sobre desgastes e falhas precoces costumam trazer certa desconfiança ao cliente.

Como veremos neste artigo, a qualidade dos produtos pode variar significativamente de acordo com a estratégia do fabricante. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados ao escolher esses dispositivos.

Continue a leitura para conferir os principais tipos de luminárias de LED para instalações industriais, assim como os fatores que devem ser considerados em sua compra. Acompanhe!

O que é uma luminária industrial?

Foto Ilustrativa: Freepik

A Iluminação industrial deve seguir diversas normas que regem a sua atividade. São regras bem específicas do setor, e as empresas estão sujeitas a sofrer com multas no caso de não cumprimento dessas regras.

No que diz respeito à iluminação, uma das normas técnicas oficiais a ser seguida é a norma regulamentadora NR17 que inclui a norma de iluminação NHO 11, que traz em seu texto, por exemplo, o número da intensidade de LUX necessários para os diferentes ambientes dentro das instalações industriais, dos vestiários às linhas de produção.

Portanto, uma luminária industrial LED é aquela que une todas as características necessárias ao cumprimento das regras, e consequentemente, contribui positivamente com o desenvolvimento do trabalho, cumprindo sua função de proporcionar a iluminação adequada.

Os fabricantes de luminárias industriais LED levam em consideração fatores como temperatura do ambiente, poeira, ruído, vibração de máquinas pesadas, umidade, e todas as outras características existentes em um ambiente industrial. Dessa forma, conseguem desenvolver produtos que possuem qualidades suficientes para atender às mais variadas demandas do setor de iluminação industrial.

Questões como as citadas acima também devem ser analisadas quando da elaboração do projeto de iluminação industrial, pois influenciam bastante no tipo de iluminação exigida. Apenas as luminárias industriais LED com 5 ANOS DE GARANTIA possuem qualidade para serem usadas para tal fim, devido ao período de garantia demonstrar a robustez do equipamento. O fornecedor de luminárias industriais LED de 1 ano de garantia oferta produtos com menor custo, porém não atendem as especificações da etiqueta por mais de 1,5 ano, resultando em um gasto muito maior com a frequência de manutenções que estas luminárias exigem.

Indústrias, diferentemente de residências, devem levar em consideração itens como produtividade e segurança dos colaboradores na hora de optar pelo modelo de luminária industrial LED que será utilizado.

Além disso, o gasto com energia elétrica é um dos custos fixos de produção de qualquer indústria, impactando nas finanças corporativas. Ou seja, é mais um fator que exige atenção e que demanda um projeto de iluminação industrial assertivo, que, além de indicar os tipos de luminárias industriais LED e a quantidade de LUX e IRC ideal para os ambientes, também deve conter o posicionamento das luminárias e o espaçamento entre elas a fim de evitar o ofuscamento.

Um dado importante a ser citado: em alguns setores industriais, o gasto com energia elétrica pode chegar a 40% do custo total de produção, segundo dados oficiais da Firjan – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. Isso faz com que as empresas estejam em busca constante por adequações em seus projetos de iluminação, buscando as melhores tecnologias disponíveis no mercado.

As luminárias de LED industriais com 5 anos de garantia possuem uma excelente relação custo-benefício, principalmente quando se trata de um planejamento de médio e longo prazo, comum para o ramo industrial.

As luminárias industriais LED de 5 anos de garantia  proporcionam uma maior vida útil, quando comparado aos outros modelos com LEDs mais “tradicionais”, o que garante que as linhas de produção não sofrerão com constantes manutenções fora daquelas programadas.

O que é uma luminária industrial de LED?

Foto Ilustrativa: Unsplash

Especificamente sobre a luminária industrial de LED, podemos afirmar que se trata da melhor opção para as organizações que procuram por soluções de iluminação, visando redução de custos energéticos e evitando paralisações em suas linhas de produção impostas por manutenções que as antigas luminárias comuns exigem.

A luminária industrial de LED , conforme o próprio nome já diz, é fabricada para atender às necessidades da indústria, cumprindo todas as exigências legais ditadas pelos órgãos competentes e oferece o que há de melhor para o setor industrial.

É comum que algumas empresas optem, sem orientação profissional, por trocarem suas lâmpadas antigas por lâmpadas de LED, mantendo a luminária anterior. Isso é um erro. O LED industrial precisa de uma dissipação adequada, que só é alcançada pela luminária industrial LED feita especialmente para ele. Por isso, é importante substituir todo o conjunto, ou seja, as lâmpadas e as luminárias.

Além da norma da NHO 11, já citada acima, também devemos destacar a NBR 8995-2013, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, que trata de forma específica sobre a luminância de interiores. Essa norma apresenta os parâmetros exigidos para a iluminação de ambientes de trabalho e está em acordo com a NHO 11.

Por exemplo, um escritório, segundo a NBR 8995-2013, requer uma fonte de luz que forneça 500 LUX para que as funções dos trabalhadores no ambiente não sejam prejudicadas. Algumas linhas de produção requerem mais que o dobro disso. Para que todos os departamentos da empresa possam desempenhar seus trabalhos plenamente, verificar a iluminação é um dos fatores mais importantes.

A luminária industrial de LED permite que a indústria tenha eficiência energética, pois reúne todas as características necessárias para isso.

Muitas organizações ainda utilizam modelos baseados em lâmpadas florescentes, lâmpadas de vapor metálico e de sódio. Elas não entregam a eficiência ideal e ainda contém mercúrio em sua composição, o que é péssimo para o meio ambiente, impactando nos índices de sustentabilidade, que é outro tema cada dia mais relevante no mercado.

As luminárias industriais de LED garantem economia e qualidade, podendo, em alguns casos mais extremos, reduzir o consumo de energia elétrica em até 80% em comparação aos modelos mais antigos de iluminação.

Elas podem ser instaladas em todos os setores, incluindo os mais remotos, sejam eles internos ou externos. Escritórios, guaritas de segurança, almoxarifados, refeitórios, linhas de produção, estacionamentos, passarelas, ciclovias, etc.

As luminárias industriais de LED têm variações de design e elevada vida útil, são desenvolvidas para atender às necessidades de todos os segmentos industriais, entregando alta performance, uma vez que são resistentes a trepidações, variações de temperatura, lavagens de alta pressão, etc.

Quais são os tipos de luminárias LED mais recomendados para as indústrias?

Empresas cujas instalações envolvem espaços amplos, pé direito alto ou atividades muito específicas, necessitam de dispositivos apropriados para garantir o máximo de conforto e produtividade das equipes de trabalho.

Confira a seguir, os principais tipos de luminária LED utilizados em indústrias, comércios e grandes escritórios!

1. Luminária Industrial LED High Bay Redonda

As luminárias industriais LED do tipo High Bay oferecem grande fluxo luminoso em áreas internas de edificações com pé direito alto. Por exemplo, pontos comerciais amplos, indústrias, galpões e escritórios coworking. Seu custo-benefício é significativamente maior do que as lâmpadas de descarga (mercúrio, mista e sódio) portanto, sua vida útil pode ser até 7 vezes maior.

Seus modelos geralmente apresentam uma emissão luminosa de 140 lúmens para cada watt de consumo (140 lm/w). Essa excelente eficiência é aperfeiçoada com lentes óticas de alta tecnologia. Como resultado, elas não só reduzem o consumo de energia como também direcionam a luz para pontos específicos, permitindo ajustes finos de acordo com o layout do ambiente.

Os modelos mais comuns são equipados com lentes de 60, 90 ou 120 graus de distribuição luminosa, e a escolha deve levar em consideração o projeto de iluminação do local que, por sua vez, deve estar de acordo com a NHO 11, descrita na NR17.

Vale destacar que também existem opções dimerizáveis compatíveis com projetos Smart Lighting. Ou seja, a iluminação inteligente que utiliza sensores para ajustar a iluminação automaticamente utilizando dados. Por exemplo, como horário, luz natural, utilização, eficiência e economia de energia.

Para que serve a luminária industrial LED high bay?

Seu melhor uso é justamente em grandes ambientes. Elas proporcionam mais intensidade à iluminação desses locais, pois utilizam lentes para esse fim. As lentes de 60, 90 e 120 graus conseguem direcionar a luz para o local desejado, sem que haja desperdício de iluminação com áreas pouco importantes.

Um dos grandes diferenciais das luminárias industriais LED high bay é a durabilidade. Geralmente os modelos são L85 de 50.000 horas. Isso significa que após esse período, 50 mil horas, ela estará entregando 85% de seu fluxo luminoso inicial (L85: 50.000 horas é semelhante a L70: 100.000 horas), devendo ser substituída. Lembrando sempre de conferir a garantia do fabricante, que deve ser de 5 anos.

Quais são os locais mais indicados para ser utilizada?

As luminárias industriais LED high bay são especiais para grandes espaços. São nesses lugares que elas demonstram a sua plena capacidade de iluminação, entregando uma excelente performance.

São exemplos de locais que ficam com a iluminação ideal com as luminárias industriais LED modelo high bay:

  • Centros de distribuição;
  • Quadras cobertas e ginásios esportivos;
  • Instalações industriais;
  • Centros de convenção;
  • Centros comunitários;
  • Armazéns e supermercados/hipermercados;
  • Lojas de departamentos;
  • Mercados atacadistas.

Se o seu local é um dos listados acima, clique aqui para saber mais

2. Luminária Industrial LED Hermética 

As luminárias industriais herméticas de LED são uma alternativa para ambientes que exigem condições de uso severas, como poeira e umidade elevada ou temperaturas extremas. Possuem um índice de proteção elevado – IP65 – e suportam temperaturas entre -35º C e +45º C.

A palavra “hermética” significa algo que está fechado, isolado. Portanto, uma luminária industrial LED hermética é uma luminária que está dentro de um invólucro, mais protegida que os outros modelos contra impactos externos, vapor, água, poeira e demais partículas.

São usadas em fábricas, cozinhas industriais, câmaras frias e frigoríficos, e seus modelos atuais geralmente apresentam 70 W de potência com uma eficiência de 160 lm/W.

Com a luminária industrial LED hermética, a empresa aproveita ao máximo seu investimento. Elas são de rápida instalação e fácil manutenção e limpeza, além de entregarem grande eficiência luminosa.

Para que serve a luminária industrial LED Hermética?

A luminária industrial LED hermética é uma excelente solução para quem procura por uma iluminação em ambientes de difíceis condições, como o chão de fábrica de grandes indústrias, além de ambientes externos com muita poeira, vapor e umidade. A maior procura por esse modelo de luminária industrial LED é justamente para espaços onde nenhum outro tipo de luminária conseguiria cumprir seu papel.

Existem alguns modelos diferentes de luminárias industriais LED herméticas, tais como:

Luminária hermética tradicional: ideais para indústrias e grandes comércios nos quais as luminárias precisam de proteção extra contra fatores externos.

Luminária hermética tubular: ideias para ambientes com muito vapor e/ou umidade.

Luminária hermética de emergência: bastante parecida com as tradicionais, mas possuem um módulo especial de emergência que pode ser ativado para sinalizar rotas de saídas de emergência, etc.

Assim como as luminárias industriais LED high bay, as luminárias industriais herméticas de LED industriais são de fácil instalação, possuem facilidade de manutenção e limpeza e entregam altos índices de eficiência em iluminação.

Quais são os locais mais indicados para ser utilizada?

Conforme citamos acima, as luminárias industriais LED herméticas industriais são bem resistentes e versáteis, ou seja, podem ser utilizadas em vários ambientes, sobretudo os industriais.

Sua máxima performance de iluminação fica bem evidenciada em ambientes industriais alimentícios, devido às dificuldades impostas por temperatura, fumaça, umidade e demais partículas.

Além disso, luminárias industriais LED herméticas garantem que todo o espaço seja iluminado por igual, aumentando a segurança dos trabalhadores e facilitando a limpeza, independentemente das condições oferecidas pelo ambiente.

Em indústrias frigoríficas, existem áreas que podem chegar a uma temperatura congelante, de -30°C, o que torna o ambiente totalmente impossível para que a maioria dos outros modelos de luminárias consigam entregar boas iluminações. As luminárias industriais LED herméticas conseguem se sobressair nesses ambientes e não são prejudicadas, devido justamente à proteção que possuem.

Além do setor alimentício, podemos citar vários outros que podem ser muito bem atendidos pela luminária industrial LED hermética:

  • Indústrias químicas e siderúrgicas em geral;
  • Indústrias que possuem grandes máquinas em sua linha de produção;
  • Estacionamentos e pátios com grande fluxo de veículos, inclusive pesados;
  • Laboratórios que lidam com substâncias controladas e perigosas para a saúde humana;
  • Lavanderias e lava jatos, onde existe muito vapor, água e produtos de limpeza que muitas vezes são abrasivos;
  • Empreendimentos em cidades litorâneas, próximos ao mar, uma vez que as luminárias herméticas protegem a fonte de luz da maresia e da umidade;
  • Clubes sociais que possuem piscinas e saunas secas e com vapor, locais de umidade exagerada e altas temperaturas;
  • Áreas de manutenção, carga e descarga de grandes mercados e atacadistas.

Se o seu local é um dos listados acima, clique aqui para saber mais

3. Luminária Industrial LED Low Bay Linear

Já os LED Low Bay, como a Connect Standard, são indicadas para escritórios, lojas de departamento, depósitos e estacionamentos cobertos, bem como plantas industriais, agrícolas e químicas com pé direito médio (preferencialmente entre 4 e 7 metros). São luminárias para ambientes um pouco menores e feitas para iluminar, por exemplo, a longitude de corredores.

Apesar de proporcionarem uma iluminação ampla e difusa, em ambientes com menos de 3,50 metros de altura o mais recomendado é utilizar os modelos com filtro leitoso, para evitar ofuscamentos.

Para que serve a luminária industrial LED low bay linear?

Esses modelos são indicados para ambientes um pouco menores, com um pé direito, em média, abaixo de seis metros de altura. Abaixo de quatro metros de altura, os filtros leitosos devem ser utilizados para reduzir as chances de ofuscamento, o que pode prejudicar a iluminação.

No entanto, este é um modelo durável, com alta qualidade e excelente eficiência energética. Suas principais aplicações são em plantas industriais, escritórios, lojas de departamentos, depósitos ou até mesmo em estacionamentos cobertos com pé direito mais baixo. O efeito luminoso difuso e amplo dessa luminária industrial LED também pode ser aproveitado em uma linha de produção, por exemplo.

Um grande benefício do modelo é a possibilidade de fazer uma montagem por conexão. Isso quer dizer que uma unidade é conectada à outra, criando um efeito linear e contínuo no ambiente. A durabilidade é outra vantagem: os modelos de alta qualidade têm 5 anos de garantia.

Quais são os locais mais indicados para ser utilizado?

Elas podem ser utilizadas, em sua melhor performance, em áreas com pé direito com menos de 6 metros.

É muito comum, que empreendimentos que possuem espaços muito amplos, tenham certa dificuldade em encontrar as melhores soluções em iluminação.

Isso acontece, principalmente, pela falta de procura por profissionais e empresas especializadas. O cálculo luminotécnico e a definição dos melhores modelos de luminárias, demandam uma consultoria especializada, geralmente oferecida pelas próprias empresas que fornecem os produtos.

No caso das luminárias industriais LED low bay linear, elas são ideais para:

  • Postos de combustíveis;
  • Lojas de departamentos;
  • Depósitos e estacionamentos cobertos;
  • Galpões;
  • Centros de distribuição com grandes corredores;
  • Mercados atacadistas.

Se o seu local é um dos listados acima, clique aqui para saber mais

4. Luminária Refletor LED Industrial

Com uma proposta específica, os refletores industriais contam com alto índice de proteção – maior ou igual a 65 (IP65) -, o que permite que eles sejam instalados em áreas internas ou externas. São indicados, portanto, para galpões, quadras, fachadas e estacionamentos, embora também sejam aplicados como iluminação de destaque.

São produtos muito robustos e seus modelos podem variar entre 30 e 300 W, de acordo com a demanda do local. As opções com lentes especiais são indicadas para melhorar o aproveitamento da luz e favorecer a eficiência energética.

Para que serve os refletores?

Basicamente, um refletor para uso industrial e/ou corporativo, serve para iluminar áreas amplas. Pátios externos, estacionamentos e até mesmo galpões fechados.

Algumas empresas também podem utilizar pequenos refletores para iluminar ambientes externos durante a noite, sendo instalados no chão, para destacar seu trabalho de paisagismo ou fachadas. É muito comum ver refletores coloridos sendo utilizados com essa função pelas empresas. Esse aspecto entra na versatilidade, citada no item anterior.

Refletores são ótimas opções para empresas que procuram por soluções duráveis e robustas em iluminação. Além disso, os refletores de LED reúnem todas as vantagens já conhecidas dessa tecnologia. Ou seja, economia de energia, economia de recursos financeiros pela alta durabilidade e pela baixa demanda por manutenção e, não menos importante, seu apelo sustentável.

Em comparação com os antigos refletores, muito comum em campos de futebol, os refletores de LED são mais resistentes, eficientes e confiáveis.

Quais são os locais mais indicados para ser utilizado?

Muito prático em sua instalação, os refletores de LED possuem diversos tipos de uso. Geralmente, para se instalar um refletor de LED, é necessário ter poucas ferramentas em mãos, como luvas, fita isolante e uma boa chave-teste.

Isso se deve ao fato do refletor de LED utilizar uma quantidade menor de energia para produzir luz, o que diminui bastante os riscos de sobrecargas de energia.

Por utilizar LED, os refletores podem ser controlados remotamente via sistemas eletrônicos, que permitem mudar a intensidade e até mesmo a cor da luz emitida.

O refletor de LED é uma tecnologia bastante utilizada e pode ser instalado em ambientes que precisam de muita iluminação por várias horas por dia. Alguns exemplos de locais em que o refletor de LED pode ser útil:

Campos de futebol: ilumina o campo sem prejudicar a visão dos atletas e dos espectadores;

Condomínios: aumenta a segurança e a economia de energia;

Estacionamentos, galpões industriais, postes de iluminação pública, quadras abertas e ginásios esportivos fechados e cobertos, áreas externas de parques, resorts e hotéis, praias públicas, supermercados e lojas de departamento.

Se o seu local é um dos listados acima, clique aqui para saber mais

5. LED High Bay Linear

O tipo High Bay Linear são semelhantes aos High bay redondos, diferenciando-se apenas no formato da emissão da luz que, nesse caso, é retangular. Tal como os outros tipos de luminária de LED, ela não faz uso de mercúrio, sódio ou qualquer outro material prejudicial à saúde ou ao ambiente.

Os fabricantes indicam esse produto para edificações com pé direito superior a 7 metros, o que torna essa luminária uma solução para supermercados de pé direito alto, galpões logísticos com layout de porta pallets, depósitos, indústrias e grandes instalações comerciais, como shoppings e praças de alimentação, por exemplo.

Podem vir equipadas com lentes assimétricas – que oferecem duplo ângulo de iluminação (60×110 graus, 30×90, entre outros), o que aumenta as possibilidades de configuração e favorece a distribuição da luz em prateleiras, pallets e itens de decoração.

Para que serve a luminária industrial LED high bay linear?

Basicamente, a luminária industrial LED high bay linear serve para otimizar a iluminação de grandes espaços (principalmente os que possuem pé direito entre 6 e 25 metros) e evitar desperdícios de luz e energia.

Essa otimização acontece por meio do direcionamento da luz gerada, que, com o uso desse tipo de equipamento, atende à necessidade de vários setores da indústria, sobretudo aqueles que necessitam de amplos espaços para o desenvolvimento da sua atividade principal. São equipamentos que podem ter uma vida útil de até 50 mil horas e as melhores marcas oferecem garantia de até 5 anos.

Qual a vantagem da utilização de lentes de facho de corredor?

Originalmente, o design das luminária industrial LED high bay linear foi projetado com lentes ópticas avançadas de facho de corredor para garantir a eficiência luminosa nos corredores de supermercados de pé direito alto assim como os atacadões e os galpões logísticos. Abaixo, veja um centro de distribuição com 14 metros de altura, utilizando as luminárias industriais LED high bay linear da Luter LED:

Foto Ilustrativa: Luter LED

Quais são os locais mais indicados para ser utilizado?

Conforme demonstrado, esse tipo de luminária é ideal para amplos espaços industriais e comerciais.

A luminária industrial LED high bay linear entrega alta performance em iluminação, reunindo as melhores qualidades do LED em um único conjunto. São equipamentos que apresentam a solução ideal para muitas empresas que dependem de grandes áreas para desenvolver suas atividades.

Esse pode ser o tipo ideal de luminária de LED para diversos empreendimentos da indústria e do comércio. São resistentes e eficientes, representando uma excelente opção para novas empresas e para aquelas que precisam renovar seus equipamentos, investindo em uma tecnologia que melhora a qualidade da luz e impacta positivamente na saúde financeira dos negócios, por meio da drástica redução de consumo de energia elétrica.

Dentre os locais para os quais sua utilização é mais indicada, podemos citar vários, como, por exemplo:

  • Armazéns, atacadões e supermercados;
  • Instalações industriais diversas, principalmente as que possuem pé direito com mais de 6 metros de altura;
  • Ginásios esportivos escolares e universitários;
  • Centros comunitários, centros de recreação públicos e centros de convenções.
  • Comércios como lojas de departamento e grandes atacadistas.
  • Lojas de materiais de construção que possuem showroom próprio.

Se o seu local é um dos listados acima, clique aqui para saber mais

6. Luminárias Industriais LED Street Lights

Elas são indicadas para iluminação pública, as Street Lights LED, ou luminárias de poste, são o tipo mais utilizado em estacionamentos, pátios, parques, praças e áreas de lazer, seja em áreas públicas ou instalações privadas.

Seus modelos mais procurados são os equipados com dimer, sensores de presença, fotocélulas e placas solares. A maior vantagem desses recursos é a possibilidade de criar um sistema de iluminação independente ou semi-independente. Com baterias internas alimentadas por energia solar, é possível criar um sistema de iluminação a custo zero ou com consumo significativamente reduzido.

Quais são as principais vantagens das luminárias industriais LED?

Foto Ilustrativa: Freepik

Os diodos emissores de luz ou LED são conhecidos há mais de cinquenta anos e possuem uma infinidade de aplicações.

Até poucos anos atrás, os LEDs eram mais utilizados apenas em pequenos tamanhos, como em mostradores luminosos e indicadores de status. Mas com as inovações na tecnologia envolvida, como por exemplo, a descoberta do LED emissor de luz azul e o aumento da vida útil dos componentes, os LEDs passaram a ser considerados uma alternativa de iluminação de ambientes.

Essas evoluções tecnológicas ganharam ainda mais força com a queda do valor dos custos dos componentes eletrônicos necessários para a fabricação das lâmpadas e das luminárias de LED. Dessa forma, o LED hoje é muito utilizado na indústria, pois oferece inúmeras vantagens aos empreendedores.

Dentre as principais vantagens das luminárias industriais de LED, podemos destacar:

  • Maior tempo de vida útil;
  • Opção de controlar a intensidade luminosa (dimerização), ou seja, maior diversificação na intensidade, cor e direção da luz;
  • Maior segurança de trabalho;
  • Contribuição com a preservação do meio ambiente (sustentabilidade), pois não emite radiação UV e não contêm mercúrio na sua composição;
  • Redução de consumo de energia;
  • Redução da frequência de manutenção;

A grande maioria das luminárias de LED industriais de boa qualidade contam com 5 anos de garantia do fabricante. É um benefício extra que contribui com o aumento da confiança nos produtos adquiridos para compor um projeto de iluminação industrial.

Apesar de demandar um investimento ligeiramente maior para ser instalado e implementado, um projeto que contempla o uso de luminárias industriais de LED com 5 anos de garantia tem uma durabilidade muito maior. Isso acontece devido à qualidade dos materiais e à vida útil destas luminárias industriais LED, serem bem superiores quando comparada às outras opções existentes no mercado.

E é sempre bom lembrar: os custos de energia elétrica podem ser um grande vilão na lucratividade das indústrias. Ao optar pelo uso de luminárias de LED industrial, o empresário pode ter a certeza que está utilizando o método mais eficiente de iluminação, conseguindo unir eficiência técnica e baixos custos de manutenção e energia.

Quais são os locais mais indicados na utilização de uma luminária industrial LED?

Iluminação LED de Galpões Industriais em Geral

Foto Ilustrativa: Unsplash

Galpões industriais sempre têm o pé direito bem alto, alguns podem chegar a superar a marca dos 25 metros de altura, e há luminárias especiais que conseguem suprir a demanda normativa por iluminação de galpões de qualquer tamanho.

As melhores luminárias industrias LED entregam até 80% de economia em gasto de energia, com iluminação eficiente e luminosidade uniforme. Além disso, possuem 5 anos de garantia.

As luminárias industriais de LED tornam o ambiente mais agradável para a equipe de trabalho, diminuindo o ofuscamento e acaba com as sombras em áreas de circulação de pessoas.

Também existem luminárias de LED industrial especiais para serem instaladas em posição lateral, caso o projeto exija.

Iluminação LED na Indústria Têxtil

Foto Ilustrativa: Freepik

As luminárias industriais LED são grandes aliadas das indústrias têxteis, ramo que movimenta mais de 50 bilhões de reais por ano no Brasil.

Um dos desafios dessa indústria é justamente prover uma iluminação adequada às suas linhas de montagem, que não tenham uma depreciação luminosa acelerada e possam manter as operações dentro das normas por mais tempo.

Com as luminárias de LED industriais, a indústria têxtil encontra soluções em iluminação para aumentar sua eficiência energética. O objetivo desse tipo de tecnologia á justamente diminuir o consumo de energia elétrica e melhorar a performance profissional dos colaboradores.

Outro aspecto que podemos destacar é que existem pesquisas que comprovam que uma iluminação adequada diminui os riscos de ocorrência de acidentes de trabalho.

E para concluir, um outro fator importante é a utilização de luminárias LED com alto Índice de reprodução de cores, para uma melhor inspeção dos tecidos e garantir a entrega da coloração correta ao cliente.

Iluminação LED para a Indústria Automotiva

Foto ilustrativa: Unsplash

O Setor automobilístico emprega mais de 1.3 milhão de pessoas no Brasil. Além das fábricas de automóveis, existem fábricas que trabalham diretamente para elas, como indústrias de motores, componentes eletrônicos e autopeças.

Todas essas grandes montadoras e outras indústrias do setor podem se beneficiar com as luminárias industriais de LED, que entregam uma iluminação ideal para qualquer tipo de atividade.

Uma das características desse ramo é a utilização de máquinas pesadas, grandes áreas técnicas, pátios de estocagem e a utilização de galpões bem maiores, quando comparados a alguns outros ramos industriais.

Com isso, torna-se imprescindível a utilização de luminárias LED que entregam alta performance em iluminação.

A Iluminação LED para o setor automobilístico permite o uso do conceito de iluminação alta e iluminação baixa. A iluminação alta seria para uma iluminação difusa de intensidade mediana, como por exemplo 200 LUX e para a iluminação baixa teríamos e iluminação ideal para cada posto de trabalho, economizando energia com estes conceitos.

Iluminação LED para a Indústria Frigorífica

Foto ilustrativa: Unsplash

Um grande número de trabalhadores e enormes esteiras com estações de trabalho quase que ininterrupto, esse é um cenário comum nas indústrias frigoríficas brasileiras, que estão presentes em todos os estados do país, sendo elas de pequeno, médio ou grande porte.

Para esse ramo, as luminárias industriais LED mais adequadas são as luminárias industriais herméticas LED, que são vedadas e ficam protegidas de fatores externos como umidade, água e variações de temperatura.

Em algumas unidades da indústria frigorífica, existem câmaras frias que atingem temperaturas de até 35°C negativos, o que exige luminárias especiais, e a tecnologia de LED consegue atender a essas demandas, com luminárias industriais herméticas LED que respondem muito bem a essas condições.

Iluminação LED em Galpões Logísticos

luminaria-industrial-industria-galpao-logistico
Foto ilustrativa: Freepik

A iluminação LED é muito interessante para os galpões logísticos, projetos que consigam extrair o máximo de proveito da iluminação natural aliada à iluminação artificial promovida pelas luminárias de LED.

São empreendimentos que possuem dimensões variadas. Alguns para estocagem no modelo blocados e outros modelos em estoque de porta pallets. Cada modelo precisa de uma iluminação diferente de acordo com a geometria do local. O modelo estoque em blocados demanda uma iluminação difusa para a distribuição da luz enquanto para iluminar os corredores de porta pallets se faz necessária a utilização de lentes especificas para iluminar adentro dos corredores altos e estreitos, com apenas 3 metros de largura.

O projeto de iluminação nunca deve ser negligenciado em um galpão logístico, uma vez que existem excelentes opções de lentes especiais de luminárias de LED para galpões logísticos no mercado.

Iluminação LED para Centro de Distribuição

Foto Ilustrativa: Freepik

Assim como os galpões logísticos, os centros de distribuição possuem grandes áreas. A iluminação nesses ambientes é tão importante quanto a iluminação das áreas de venda que recebem clientes, como mercados, por exemplo.

A rotatividade dos estoques é bem elevada e a movimentação de empilhadeiras e outros equipamentos necessários ao desenvolvimento de trabalho é intensa.

Mais que melhorar a visualização de etiquetas e dar boa visibilidade às vias de rodagem e faixas fixadas no chão desses ambientes, as luminárias industriais LED para centros de distribuição contribuem diretamente com a diminuição dos índices de acidentes de trabalho, entregando máxima eficiência em iluminação.

Além disso, aliadas a sensores de presença ou luminosidade de alta tecnologia promovem eficiência energética, diminuindo consumo de energia e aumentando a vida útil dos equipamentos.

Iluminação LED para a Indústria de Injeção Plástica

Foto Ilustrativa: Freepik

A indústria de injeção plástica é responsável pela confecção de peças plásticas, que são conformadas em moldes extremamente pesados e necessitam de pontes rolantes para movimentação destes moldes. Para realizar o setup das maquinas é necessária uma boa iluminação na ponte rolante afim de evitar acidentes com os moldes de injeção. Utilizam o termoplástico como principal matéria-prima. São processos de produção que não têm espaço para erro, devendo ser executados com exatidão por profissionais capacitados e equipamentos de excelência para garantir a qualidade final dos produtos.

Nesse contexto, a iluminação é aspecto essencial e contribui com todas as etapas do processo, desde o recebimento dos insumos nos galpões de recebimento de cargas até a liberação dos lotes de produtos finalizados.

As luminárias de LED também representam a melhor solução para a indústria de injeção plástica, apresentando um leque de opções que atendem a todas necessidades do setor.

Iluminação LED para Fábrica de Papel

Foto Ilustrativa: Unsplash

Existem luminárias de LED especiais para esse ramo da indústria, que possuem grande resistência ao tempo, gases, vapores, e demais partículas.

Estes modelos de luminárias industriais LED são ideais para iluminar este tipo de fábrica que possui setores como pátios de estocagem de madeira, cozimento, caldeiras de recuperação, preparo de massa, maquinário de papel e acabamento.

É interessante que as luminárias LED usadas nestas indústrias contenham dispositivos antissurto integrados nos drivers, devido as maquinas da indústria de papel serem de alta potência e alterarem a qualidade de energia da rede.

Iluminação LED na Indústria Alimentícia e Câmaras Frias

Foto Ilustrativa: Freepik

O ideal para esse tipo de indústria também são luminárias industriais LED herméticas, resistentes às variações de temperatura, que podem ir de -35°C até a 45°C a depender do setor considerado.

Luminárias industriais herméticas de LED industrial são resistentes e atendem muito bem a todas as demandas da indústria alimentícia, promovendo eficiência energética, pouca necessidade de manutenção e, obviamente, luminosidade suficiente para qualquer tipo de trabalho desenvolvido nessas fábricas.

É importante ter atenção nas instalações, pois além de usar luminárias LED a prova d’água IP65, também deve realizar as emendas de energia a prova d’água. Alguns profissionais não se atentam as emendas e ao molhar emendas comuns proporciona fuga de corrente e por fim danificando as luminárias.

Iluminação LED para Fábricas de Laticínios

Foto Ilustrativa: Freepik

A exemplo das demais indústrias alimentícias, laticínios formam um setor totalmente dependente da energia elétrica, devendo ser toda a sua instalação feita por profissionais da área, evitando contratempos futuros que podem comprometer toda a produção.

Por isso, as luminárias são tão importantes quanto os outros equipamentos como misturadores e resfriadores, e merecem atenção no projeto.

É um ambiente industrial que necessita de luminárias LED a prova água e poeira e utiliza muitos tipos de luminárias industriais herméticas LED.

Indústria Metalúrgica (Pesada)

Foto Ilustrativa: Unsplash

Fornos, caldeiras e muitos equipamentos pesados, que exigem manutenções preventivas constantes, essa é a realidade da indústria metalúrgica.

São operações que exigem o máximo profissionalismo por parte dos operadores e é um ramo bastante suscetível a acidentes de trabalho. Por isso, a segurança é uma grande preocupação.

Como todos sabemos, a iluminação é uma grande aliada à segurança do trabalho, e existem opções de luminárias de LED industriais para todos os setores da indústria metalúrgica, incluindo suas áreas mais críticas.

Existem locais quentes e com surtos na rede elétrica provocados por grandes máquinas e por isso requerem luminárias industriais LED com resistência a calor e com DPS integrado nos drivers (Dispositivo antissurto).

Indústria Cerâmica

Foto Ilustrativa: Unsplash

A inovação trazida pela tecnologia do LED aplicada à iluminação industrial também beneficia esse ramo tradicional da indústria.

Alguns produtos fabricados pela indústria cerâmica são verdadeiros trabalhos artísticos que requerem máxima concentração e criatividade dos colaboradores.

Portanto, além de todas as outras vantagens das luminárias de LED, para esse nicho de mercado ela desempenha um papel especial, provendo iluminação com 100% de assertividade para auxiliar aos setores de criação.

Além disso existem também as grandes industrias cerâmicas que possuem maquinas pesadas e ambientes com temperaturas altas que requerem atenção.

Laboratórios

Foto Ilustrativa: Freepik

Essa é uma atividade na qual a acuidade visual é muito exigida. A luminosidade adequada em laboratórios de análises é essencial por se tratar de setores estratégicos das indústrias.

Há setores que dependem diretamente de resultados de pesquisa e desenvolvimento e, para que isso ocorra, precisam manter em funcionamento grandes laboratórios.

A indústria farmacêutica é um dos melhores exemplos que podemos citar. Um ramo importante da indústria, que lida diretamente com a saúde humana. Além disso possuem as famosas salas limpas, que seguem diferentes níveis de vedação e frequência de limpeza. As luminárias LED para sala limpa são a prova d’água e possuem excelente vedação. São diferentes das luminárias de sala limpa antigas que faziam manutenções por cima, estas novas luminárias LED para sala limpa duram por muito tempo e podem fazer a reposição do driver por cima do forro, sem mexer na luminária até o momento planejado.

Iluminação adequada nesses locais, fornecida pelas luminárias de LED, previnem a fadiga ocular, contribui com a concentração, diminui a sonolência e melhora a produtividade da empresa.

Como avaliar a qualidade das luminárias industriais LED?

Foto Ilustrativa: Freepik

Elas possuem algumas características que precisam ser levadas em consideração na sua escolha. São elas:

Intensidade da emissão de luz em lúmens e ângulo (Fluxo Luminoso e Direcionamento)

É importante que o gestor saiba a definição de alguns conceitos em iluminação para conhecer mais a fundo as necessidades da sua empresa, principalmente quando se trata do ramo industrial.

Lúmen é a medida de emissão de fluxo luminoso dentro de um radiano, ou seja, depende do ângulo para ser interpretado. Para compreender melhor o conceito de lúmens, precisamos conhecer o ângulo de emissão da luz que incide sobre a superfície medida.

Conhecer esse número nos dá uma ideia da iluminação a ser obtida, embora este dado analisado isoladamente não permite concluir se determinado produto vai atender a necessidade de luz do ambiente. É apenas por meio de um projeto luminotécnico que conseguimos chegar à quantidade de luz a ser alcançada, ou seja, o nível de iluminamento em LUX (a unidade de medida utilizada nesses casos).

Como os lúmens (assim como os LUX) são uma unidade de medida, informá-los no rótulo e/ou na embalagem dos produtos de iluminação é uma obrigatoriedade de acordo com o CDC (Código de Defesa do Consumidor). E é necessário o ângulo de distribuição luminosa para entender para onde estes lúmens serão direcionados.

Outro fator é a eficiência da maneira que esta luminária LED direciona a luz. Temos dois tipos de direcionamentos básicos:

  1. Direcionamento através de refletores de alumínio – Este direcionamento é feito por mais de 50 anos e possui pouca eficiência. O alumínio, pode ser alto brilho ou não, e mesmo assim consegue direcionar apenas metade da luz dentro do ângulo de iluminação objetivado. Aplicando a reflexão com alumínio o número de luminárias e energia consumida e muito maior do que as lentes de alta tecnologia.
  2. Lentes de alta tecnologia – O método de direcionamento utilizando lentes aproveita muito melhor a intensidade luminosa dentro do ângulo do que o alumínio. Porem existem diversos tipos de lentes e fica impossível indentificar a olho nu qual destas lentes está aproveitando melhor a luz dentro do ângulo sólido. Por isso devemos solicitar o projeto luminotécnico ao fornecedor das luminárias para garantir quantos LUX iremos obter após a instalação e certificar que irá atender a norma NHO 11 durante toda a vida útil do equipamento.

Alta durabilidade com garantia de 5 anos

Conforme já citado anteriormente, a durabilidade das luminárias industriais de LED é um grande diferencial estratégico dessa tecnologia de iluminação.

Com isso, os fabricantes conseguem manter uma garantia de 5 anos em seus equipamentos, o que dá ao empresário uma dose extra de confiança. Ao investir em um projeto de iluminação industrial baseado em luminárias de LED pode-se ter a certeza de estar adquirindo produtos de alta performance e durabilidade.

Luminárias antigas, que utilizam lâmpadas “tradicionais”, não conseguem sequer chegar perto de um prazo parecido. Além disso, um produto que sai de fábrica com 5 anos de garantia, já possui um grande diferencial com relação aos seus concorrentes.

Produtos comercializados sem garantia eximem o fabricante de quaisquer obrigações vindas de sua utilização e jogam essa responsabilidade diretamente para o comprador, que não terá a quem recorrer em caso de necessidade.

No caso das luminárias industriais de LED, a garantia serve como uma espécie de seguro contra uma possível falha ou defeito, e até mesmo contra desempenho insatisfatório que possa ocorrer com o produto adquirido.

A alta durabilidade das luminárias de LED reflete diretamente nas finanças da indústria de forma positiva num médio/longo prazo. Afinal, o uso dessa tecnologia elimina a necessidade de reparos e substituição de componentes por muito tempo, o que não ocorre com os modelos mais antigos.

Mesmo que algumas empresas não consigam controlar o tempo de garantia de seus equipamentos, é importante saber que os produtos de LED com 1 ano de garantia são voltados para o preço baixo e possuem componentes de baixa durabilidade, ou seja, o período de garantia nos sinaliza se é realmente uma luminária industrial LED de alta qualidade.

Fator potência (FP)

O fator potência, ou apenas FP, é expresso por um número de 0 a 1. Esse índice demonstra o aproveitamento energético da luminária LED, ou seja, a quantidade de energia utilizada que está sendo realmente transformada em trabalho – nesse caso, luz. Sendo assim, quanto maior o FP, melhor.

Se temos um equipamento com 40 W e FP 0.5, por exemplo, basta dividirmos a potência pelo fator de potência (40 W / 0.5 = 80 W) e, em seguida, subtrair a potência de consumo do equipamento (80 W – 40 W = 40 W). O resultado revelará quanta energia reativa (não útil) é devolvida para a rede de distribuição, um valor que, quando elevado, é cobrado pelas concessionárias em uma espécie de “multa” pela má utilização da energia elétrica. O fator de potência de uma luminária de boa qualidade deve ser acima de FP>0.92.

Índice de proteção (IP)

As luminárias de LED para a indústria possuem níveis de proteção.

Determinado numericamente, o Índice de Proteção (IP) faz referência à classificação e avaliação do grau de proteção de produtos eletrônicos com relação a resíduos sólidos, como poeira, e também a substâncias líquidas como, por exemplo, jatos de água e chuva.

Para ambientes industriais mais pesados e movimentados, onde há muita incidência de poeira e água, é essencial considerar as classificações de Índice de Proteção das luminárias para que não se adquira produtos que, mesmo sendo de boa qualidade, não sejam adequados aos ambientes em que serão instalados.

O Índice de Proteção é indicado pelas letras IP, seguidas por dois números. Seu objetivo é fornecer informações precisas sobre o nível de proteção que uma lâmpada ou equipamento elétrico, como uma luminária, oferece.

O primeiro numeral obedece a uma escala de 0 a 6 e está relacionado aos níveis de proteção contra sólidos (sujeira, areia, poeira e detritos). Já o segundo, que vai de 0 a 8, avalia a capacidade de proteção contra líquidos como umidade e água. Quanto maior o número, maior a proteção.

Dispositivo anti-surto

As luminárias industriais de LED são equipamentos confiáveis, isso já ficou claro, principalmente por se tratar de um produto com 5 anos de garantia.

Elas são instaladas em grande quantidade de aplicações diferentes e geralmente tem uma grande exposição aos fenômenos atmosféricos e variações de tensões elétricas.

O dispositivo anti-surto é feito para proteger os equipamentos elétricos contra picos de tensão, geralmente causados por curtos ou descargas atmosféricas na rede da concessionária de energia elétrica. Ele consegue regular a tensão fornecida a um dispositivo elétrico, absorvendo as oscilações e também curto-circuitando para terra as tensões que ultrapassam um limite de segurança.

Temperatura de operação

A temperatura de operação, é a temperatura do ambiente no qual as luminárias industriais serão instaladas. Na especificação das luminárias industriais LED é informado a temperatura mínima e máxima de operação, ou seja, a temperatura ambiente deve estar dentro desta especificação.

Caso seja, por exemplo, uma indústria do ramo de metalurgia, usinagem e fundição, certamente nas áreas de produção existem regiões com temperaturas bem elevadas, o que exige que as luminárias tenham um bom índice de resistência a elas.

O contrário também acontece. Câmaras frias com temperaturas abaixo de zero também podem precisar de iluminação, assim como grandes frigoríficos que mantém a temperatura nas áreas de corte e processamento bem baixa.

Esse aspecto deve ser avaliado com muito cuidado, pois a temperatura de operação de uma luminária de LED industrial é a temperatura do ambiente de trabalho.

Disponibilidade do arquivo IES

IES é a sigla para Illumination Engeneering Society ou Sociedade de Engenharia de Iluminação, traduzindo para o português. Os arquivos IES vêm num padrão de arquivo digital em formato ASCII (código padrão americano para troca de informações).

Os arquivos IES são gerados para mostrar digitalmente, como uma luminária irá se comportar no ambiente físico real. Ou seja, é um arquivo que contém o comportamento de emissão de luz de determinada fonte luminosa.

Eles só podem utilizados por meio de softwares específicos que permitem a sua visualização. Tais softwares, através da leitura dos arquivos IES, possibilitam que se tenha uma prévia do produto instalado, facilitando a vida do projetista. Por isso, após o aparecimento de lentes que projetam a luz de forma diferente que um refletor de alumíno, fica impossível saber quantos LUX as luminárias LED irão entregar sem usar os arquivos IES e softwares de cálculos. Antes dos arquivos IES os projetistas acabavam por indicar um número maior de luminárias com receio de não atingir as metas de iluminamento. Com os arquivos IES é possível evitar desperdícios e custos indesejados.

Potência (W)

A potência é o consumo de energia elétrica por hora. Seu valor é medido pela unidade watts, representada pela letra W. As luminárias com maior capacidade de iluminação geralmente apresentam um consumo mais elevando de energia, entretanto, a potência, por si só, não informa a luminosidade de maneira precisa. Para saber sobre a luminosidade deve verificar os lúmens e ângulo de distribuição luminosa e não o consumo.

Eficiência e Eficácia luminosa

Os conceitos de eficiência e eficácia das luminárias de LED são muitas vezes confundidos, e isso se deve principalmente a dois motivos: por um lado, há uma semelhança nas duas palavras e, por outro, são termos relacionados, onde a eficiência do LED depende de sua eficácia.

A eficiência energética de um LED indica a relação entre a energia elétrica consumida e o fluxo luminoso emitido de cada LED. Porém nem sempre este fluxo luminoso e emitido pela luminária industrial LED, isso vai depender do conjunto óptico de cada luminária.

Por isso saber somente os lúmens por watts não diz quantos LUX o projeto irá entregar, e nem a eficácia da luminária LED.

Para conhecer a eficácia deve se atentar ao resultado final, ou seja, com quantos Watts de consumo foi utilizado no projeto para obter um determinado nível de iluminamento em LUX na área de trabalho.

Por exemplo: Algumas empresas insistem em vender luminárias de LED com um ângulo de distribuição luminosa alto, por volta de 200º ou mais, e mencionam somente os lúmens, mas após a compra o cliente percebe que os lúmens estão muito dispersos e não conseguem atingir o nível de iluminamento em LUX que a norma de iluminação solicita. Neste caso, o cliente tem que comprar tudo novamente. Ai está a importância de um bom projeto luminotécnico feito pelo fornecedor que garanta o iluminamento necessário para cada área de trabalho.

IRC (Índice de Reprodução de Cor)

O índice IRC demonstra a fidelidade da cor de uma superfície ou objeto quando submetido a uma iluminação artificial. Seu índice varia de 0 a 100, sendo a luz do dia a referência para o seu valor máximo. O IRC das lâmpadas fluorescentes varia entre 70 e 85, já as lâmpadas e luminárias de LED pode ter IRC entre 40 a 97, as luminárias industriais LED de boa qualidade apresentam IRC igual ou superior a 80.

Nível de resistência a impactos (IK)

O parâmetro IK (índice de resistência a impacto) é usado para determinar o grau de resistência e proteção de uma luminária industrial LED contra impactos externos. Por meio dele, podemos conhecer melhor a resistência do equipamento a danos mecânicos.

A classificação é definida na Norma Europeia EN 62262 e possui um equivalente internacional, IEC 62262:2002.

A resistência mecânica é determinada pelas letras IK e nível de onze graus (de “00” para nenhuma proteção, a “10” para resistência ao impacto de 20J). Ou seja, quanto maior for o valor numérico do parâmetro, maior será a resistência da luminária de LED. Um produto classificado como IK 08, por exemplo, tem um ótimo nível de proteção e certamente poderá satisfazer as necessidades das indústrias que precisam de luminárias resistentes.

Emenda dos cabos elétricos apropriada

As emendas devem acompanhar o mesmo nível de proteção IP das luminárias. Se forem utilizadas luminárias a prova de poeira, d´água ou umidade, todas as emendas devem contar com a mesma proteção para que o conjunto não tenha sua eficiência comprometida.

Emendas de qualidade inferior geram muitos problemas de trocas constantes e de fuga de corrente elétrica.

Chamamos de emenda, os conectores de energia das luminárias. É um detalhe que não pode passar batido em um projeto que busca excelência em iluminação industrial.

Existem emendas de qualidade não muito confiáveis no mercado, que não possuem o mesmo índice de resistência do que as melhores luminárias. Isso pode acarretar em defeitos que, erroneamente, poderão ser interpretados como defeitos das luminárias, quando na verdade têm origem nos conectores/emendas ruins.

Fornecedor (garantia de fábrica)

O mercado apresenta lâmpadas, luminárias e dispositivos de diferentes tipos, modelos e marcas, no entanto, as empresas podem variar a sua estratégia comercial de acordo com o perfil do seu público.

O principal ponto negativo dos produtos de LED é o preço. Ainda que seu benefício a longo prazo seja claro para o cliente, muitas vezes o investimento inicial é considerado elevado por muitos consumidores.

Nesse cenário, muitas empresas optam por desenvolver produtos com peças e acabamentos de menor qualidade a fim de reduzir custos e praticar preços mais baixos, muitas vezes abrindo mão da durabilidade.

Sendo assim, o mais recomendável é dar preferência para produtos de marcas confiáveis e com, no mínimo, cinco anos de garantia de fábrica. Lembre-se, também, de guardar as notas fiscais para eventuais trocas.

Durabilidade x garantia de 5 anos de fábrica

Dificilmente um produto que oferece 5 anos de garantia apresentará algum problema de funcionamento no decorrer do período.

Os fabricantes das luminárias industriais de LED utilizam dos mais modernos equipamentos no processo de produção, além disso, utilizam matéria-prima de alto padrão e controles de qualidade bem severos.

Todos esses processos garantem que a luminária de LED industrial tenha uma grande durabilidade, mesmo sendo utilizada com muita frequência, uma vez que na indústria elas são muito mais exigidas do que as luminárias residenciais, por exemplo.

Portanto, é importante que sejam utilizados produtos que oferecem garantias compatíveis com a sua qualidade. Garantias extensas são um dos primeiros sinais de confiabilidade das luminárias.

Quais cuidados devemos ter ao comprar uma luminária industrial LED?

Foto Ilustrativa: Freepik

5 anos de garantia

Ficar atento ao prazo de garantia é sempre primordial.

Ambientes industriais não podem sofrer com manutenções constantes que prejudicam diretamente na produtividade da empresa.

Luminárias industriais de LED e todos os equipamentos que formam um conjunto de iluminação industrial devem ser de marcas com alta confiabilidade no mercado, ou seja, aquelas que oferecem prazos de 5 anos de garantia, principalmente para as luminárias. Estas luminárias de alta performance não são comercializadas por lojas, mas diretamente por empresas especializadas. Nas lojas de iluminação existe somente as de baixo tempo de garantia devido aos impostos de revenda do Brasil serem muito altos.

Conforme citamos no item anterior, o prazo de garantia é um indicativo de qualidade, e nunca deve ser esquecido. Ao se levar em consideração o prazo oferecido, o empresário já consegue selecionar os produtos que vão conseguir entregar a qualidade desejada e necessária, assim como eliminar os que possivelmente trarão problemas num curto espaço de tempo.

Vida útil

Podemos observar no gráfico acima, na linha da informação “vida útil”, que uma luminária de LED, embora tenha um valor um pouco mais elevado, possui uma vida útil muito superior às outras.

Seu funcionamento não depende de filamentos, e sim de uma fita de LED que emite a luz quando é acionada. Outra vantagem que não podemos desconsiderar, é que esse tipo de produto não possui metais pesados em sua composição, sendo muito menos nociva ao meio ambiente quando é descartada.

Como escolher a luminária industrial LED corretamente?

Foto Ilustrativa: Freepik

Avaliar o modelo de luminária industrial LED de acordo com a altura de instalação e a distância que a luz pode chegar.

Existem diversos modelos de luminárias industriais LED disponíveis no mercado. Cada uma delas se destina a um tipo de uso e de ambiente.

A altura da instalação, assim como a distância que a luminária ficará das áreas de trabalho, são informações imprescindíveis, que devem ser levadas em consideração na escolha do modelo da luminária LED.

Existem galpões industriais com paredes de mais de 12 metros de altura, e há no mercado opções de luminárias de LED para esse tipo de local. Obviamente, são luminárias diferentes das utilizadas em tetos que possuem, por exemplo, alturas de 4 ou 5 metros.

O modelo correto de luminária LED garante que, por maior que seja a distância da fonte de luz à área de desenvolvimento dos trabalhos no ambiente, as funções não sejam prejudicadas por esse motivo. Tudo isso são fatores que serão avaliados durante o projeto, por meio do cálculo luminotécnico.

Curva Luminotécnica

Ao desenvolver um projeto luminotécnico, devemos analisar os parâmetros técnicos e as exigências normativas necessárias para a atividade em questão.

Um dos primeiros passos é justamente entender qual é o tipo de função de cada ambiente dentro da indústria.

Um exemplo: escritórios demandam um tipo específico de luminária de LED, que certamente será diferente dos equipamentos de outras áreas. Cada setor exige um cálculo luminotécnico diferente, e para isso, é essencial que se conheça de forma aprofundada os ambientes e as funções que nele serão desenvolvidas.

Consumo de energia, fluxo luminoso e distribuição fotométrica são elementos que serão importantes nessa análise.

A curva, ou distribuição fotométrica, é uma representação gráfica do comportamento da trajetória traçada pela luz a partir de seu foco.

Por meio da análise da curva, os profissionais chegam às melhores definições de qual tipo de luminária pode ser utilizada em cada ambiente.

Essa informação é útil para projetos de iluminação no geral, residenciais, comerciais e industriais.

Normas Luminotécnicas Adequadas

As principais normas para a iluminação estão disponíveis no site da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). E algumas trazem em seus respectivos textos, itens de interesse para a iluminação em indústrias.

A Norma de ergonomia do trabalho NHO 11, que está presenta na Norma Brasileira Regulamentadora NR17, e trata da iluminação industrial e de ambientes de trabalho. Ela é aplicada a vários tipos de indústrias, como a de cimento, cerâmica, borracha, plástica, química, elétrica, alimentos, fundição, couro, metalúrgica, siderúrgica, papel e celulose, têxtil, móveis, automobilística, etc.

Seu texto também contempla requisitos de iluminação obrigatórios para agricultura, edificações em geral, padarias, lavandeiras, gráficas, restaurantes, varejo, supermercados, estacionamentos públicos, subestações, portos, aeroportos, hospitais, edifícios educacionais, bibliotecas, escritóriosarmazéns de logística, entre outros. O objetivo da NHO 11 é oferecer segurança, conforto e eficiência aos trabalhadores.

Nela estão os parâmetros que devem ser observados em qualquer atividade: LUX Médio (nível de iluminação adequado – EM), UGR (índice máximo de ofuscamento permitido), Ra (índice de reprodução de cor mínimo permitido). Cada ambiente tem um nível ideal de iluminação. Por exemplo, em uma indústria de fundição, cada departamento exige um nível de luminosidade, ofuscamento e reprodução de cor.

Para verificar se a iluminação do ambiente está adequada, é preciso conferir a norma e medir a iluminância a 0,75 metro do chão ou do posto de trabalho. Pode ser medida em uma altura acima ou abaixo, porém, para fins legais e trabalhistas, será considerada a altura que está na norma. Essa normativa é utilizada para ver se a luminosidade está de acordo com as regras do Ministério do Trabalho e para determinar o seu nível ideal.


Como é feita a instalação de uma luminária industrial LED?

Foto Ilustrativa: Freepik

Localização

A localização das luminárias é calculada de acordo com o tamanho do ambiente, altura da instalação, quantidade de iluminação necessária para a área e, como estamos falando de luminárias industriais, também é importante conhecer a localização e posição do maquinário para que não haja problemas como reflexo ou dissipação da luz, prejudicando o trabalho dos colaboradores.

É importante saber quais os pontos precisam de mais iluminação e qual é o objetivo e utilização de cada ambiente industrial.

Além disso, a localização das luminárias deve evitar obstruções físicas que possam interferir na luminosidade, deixando o fluxo de luz livre. Essa avaliação de localização depende muito do segmento da indústria, tamanho do ambiente, necessidade ou não de fluxo direcionado, etc. Desta forma é interessante elaborar um projeto luminotécnico para planejar a localização ideal para as luminárias industriais de LED.

Energização

Para manter válida a sua garantia e extrair todo o potencial de entrega da sua luminária de LED industrial, a sua energização deve obedecer às instruções do fabricante.

A tensão da alimentação de energia deve ser compatível com o modelo escolhido.

Ao substituir antigos sistemas pelo LED é essencial que haja também uma revisão em toda a rede elétrica da indústria, pois um projeto elétrico funciona com a harmonia de vários componentes, cada um deles com a sua devida importância dentro do sistema.

Quadros de tensão e distribuição, disjuntores e fiação são alguns exemplos desses componentes que devem estar adequados para a instalação das luminárias de LED industrial.

Conexões

Graças à tecnologia, as conexões existentes no mercado atualmente são, assim como as luminárias de LED, praticamente livres de manutenções corretivas.

Conectores de emendas e demais componentes de passagem de energia, assim como os já citados no item anterior, também precisam ser produtos com alto grau de confiabilidade para que suas luminárias industriais consigam manter as altas performances esperadas.

Análise de ambiente e Altura

Todo projeto luminotécnico parte do princípio básico de cumprir o objetivo de iluminar corretamente um ambiente, seja ele interno ou externo, residencial, público, comercial ou industrial.

Quando utilizamos o termo “iluminar corretamente”, estamos fazendo referência à capacidade que a iluminação aplicada naquele determinado local deve ter para que os frequentadores consigam desenvolver de forma plena todas as funções que precisam dentro do espaço iluminado.

Ou seja, trazendo isso para o universo da iluminação industrial, os ambientes devem ser analisados um a um, e, além de suas dimensões físicas, outro fator crucial a ser considerado é qual o tipo de trabalho que nele será executado. A iluminação deve ser pensada a partir dessas informações.

Quais os principais problemas de luminárias LED convencionais?

Foto Ilustrativa: Freepik

Depreciação luminosa acelerada

A depreciação do fluxo luminoso é o percentual de redução que ele enfrenta durante a degradação natural de seus componentes ao longo de um determinado período de tempo.

Isso acontece com todas as lâmpadas e luminárias, é natural. Porém, as luminárias convencionais de LED possuem uma depreciação mais rápida, quando comparadas às luminárias de LED de uso industrial com 5 anos de garantia, que são mais resistentes.

As luminárias industriais de LED possuem mais robustez e são fabricadas com materiais de qualidade superior, o que lhes garante uma maior durabilidade.

Portanto, utilizar luminárias convencionais em ambientes industriais está longe de ser o ideal. Certamente surgirão problemas e necessidade de manutenção bem antes das datas previstas.

Mudança de cor da luz

Um dos sinais bem explícitos da superioridade das luminárias industriais com 5 anos de garantia quando confrontadas com as luminárias convencionais, é a mudança no padrão das cores da luz emitida.

Esse pode ser um dos primeiros indicativos que a depreciação está chegando ao seu ápice, deixando a fonte de luz emitindo o mínimo de luz possível, e ainda com a cor alterada, destoando das outras luminárias e interrompendo o padrão adotado.

Ao contrário do que muita gente pode imaginar, isso não é mera questão estética. A produtividade dos colaboradores da indústria pode ser afetada diretamente por essa mudança de cor da luz de LED. Esta alteração é um sinal que a intensidade luminosa já caiu abaixo da metade. Algumas pessoas pensam que é um sinal para colocar mais luminárias, visto que as anteriores ainda estão acesas, mas isto em é erro pois a luminária está consumindo toda a potência mencionada na etiqueta, porém com menos da metade de sua iluminação, e gastando recursos sem entregar a luz necessária.

Ficar piscando

A exemplo da mudança de cor, a falha que faz com que a lâmpada LED ou  luminária LED fique piscando, é um entrave bem importante na produtividade da empresa.

As luminárias convencionais estão mais suscetíveis a esse tipo de problema, que também pode significar, além de baixa qualidade da luminária utilizada, que a instalação elétrica não foi feita por uma equipe profissional.

Queima precoce

Geralmente, uma luminária de LED não para de funcionar de uma hora para a outra, como uma lâmpada fluorescente, por exemplo.

O LED tende a diminuir seu fluxo luminoso aos poucos, até acabar de vez. É o que ocorre na maioria das vezes.

Mas luminárias de baixa qualidade enfrentam essa queda de produtividade bem mais cedo, queimando antes da hora e obrigando a empresa a fazer as substituições necessárias.

Menor Garantia / Baixa Durabilidade

Conforme já citamos, as luminárias de LED industriais chegam a ter até 5 anos de garantia com os fabricantes.

A regra é simples: maior garantia significa maior durabilidade. Menor garantia, menor durabilidade.

Luminárias convencionais não conseguem entregar os 5 anos de garantia que as luminárias de LED industriais entregam, logo, possuem baixa durabilidade. Mesmo sendo produtos com preço inferior, é uma diferença que sairá bem mais dispendiosa num médio/longo prazo.

Luminárias industriais LED possuem vida útil superior a 5 anos, tempo mínimo previsto em sua garantia. Dependendo da utilização podem chegar até 15 anos.

Quais as vantagens da aplicação de luminárias industriais LED?

Foto Ilustrativa: Unsplash

Iluminar ambientes amplos

Não importa o tamanho da área a ser iluminada, as luminárias industriais LED conseguem dar conta do recado. O cálculo luminotécnico feito durante o projeto de iluminação, demonstrará a quantidade de luminárias suficientes para cobrir toda a área do galpão industrial, assim como o pátio externo e as áreas internas de escritórios, refeitórios, estoques, etc.

Existem no mercado luminárias industriais industriais LED com grandes amplitudes de iluminação. É possível chegar à quantidade de LUX ideal em qualquer ambiente, independentemente de sua metragem, utilizando as luminárias industriais LED.

Portanto, há opções para qualquer indústria, seja ela pequena, média ou grande.

É uma opção ecológica

A tecnologia LED (Light Emitting Diode – Diodo Emissor de Luz) trabalha com lâmpadas e luminárias sustentáveis. Elas não contêm nenhum elemento poluente ou contaminante.

Outra vantagem com relação à sustentabilidade, é o baixo consumo de energia elétrica, imensamente inferior às tecnologias tradicionais de iluminação que utilizam lâmpadas fluorescentes. O LED também não emite calor, contribuindo com a diminuição da necessidade de aparelhos como ar condicionados e climatizadores, que conseguirão suavizar as temperaturas mais rapidamente em ambientes com luminárias de LED.

Se pensarmos em ambientes industriais, que são bem amplos e geralmente utilizam esses tipos de equipamentos para controle da temperatura, podemos ter uma ideia da diferença que as luminárias de LED podem fazer no consumo de energia.

Oferece um ótimo desempenho de iluminação

O LED possui vantagens absolutas de desempenho quando comparado às outras tecnologias de iluminação. O desempenho energético é uma delas.

Uma luminária industrial LED  tem enorme eficiência energética. Ela produz mais luz (lúmens) por watt consumido, o que explica a economia de energia – de 50% a 80% – quando comparado a tecnologias tradicionais, resultando em redução de custo e de emissões de carbono.

Um dado impressionante, é que nas antigas lâmpadas incandescentes, mais de 90% da energia elétrica era desperdiçada em forma de calor, por isso elas esquentavam tanto.

Não existe tecnologia de iluminação no mercado que consiga concorrer com os LEDs, eles são a melhor opção para as indústrias.

Conta com maior vida útil

A vida útil do LED depende de vários fatores para ser calculada. Geralmente, considerando luminárias de LED com boa qualidade, elas são fabricadas para durar até 50.000 horas. É um número impressionante.

Se pensarmos em anos, essa quantidade de horas dá quase 6 anos, considerando um uso contínuo de 24 horas por dia. Se formos ainda mais além, e colocarmos na “ponta do lápis” essa conta, uma luminária de LED que fica acionada 8 horas por dia, pode chegar a 17 anos a sua durabilidade.

Alguns fabricantes mencionam 100.000 horas de vida útil L70, porém isto é somente um cálculo matemático proveniente da formula TM21 e pode não se concretizar na realidade. O resultado da fórmula TM21 somente é utilizado para aprovar 6 vezes o tempo testado efetivamente. Exemplo: Se a luminária tiver um LED que apresenta resultado de 100.000 horas na fórmula matemática TM21 e foi testado somente 10.000 horas na realidade, o máximo que o fabricante deve mencionar seria 10.000 do teste vezes 6 da normativa resultando em 60.000 horas, mesmo que o resultante da TM21 seja de 120.000 horas. Este é um erro muito comum de mercado.

Reduz os gastos com manutenções

Com uma vida útil tão longa, as luminárias industriais LED demandam muito menos manutenção do que as luminárias comuns e do que as próprias luminárias de LED tradicionais (não industriais).

Menos manutenção significa menos gastos. Devido a isso, as luminárias de LED oferecem uma grande vantagem financeira para a indústria. Além do gasto com mão-de-obra qualificada para a manutenção, também há economia quando se evita paralisações indesejadas e inesperadas na produção da empresa, pois em muitos casos, para se fazer manutenções corretivas é preciso interromper os trabalhos do dia a dia.

Menor consumo de energia

Luminárias de LED consomem até 80% menos energia elétrica do que luminárias com outros tipos de iluminação.

O LED é a tecnologia de iluminação que apresenta menor consumo de energia elétrica.

No ramo da indústria, a energia elétrica pode representar até 60% do custo de produção de determinados produtos. Ou seja, fica claro que ao fazer a opção pelo LED, o empreendedor está fazendo a melhor escolha para o seu negócio.

Ao fazer investimento em luminárias de LED, é essencial que haja um planejamento e um projeto de iluminação industrial que inclusive indique os melhores fabricantes dos componentes, pois existem marcas no mercado que se aproveitam dessa informação já conhecida, de que o LED é muito mais econômico, para fabricarem e comercializarem produtos com materiais de baixa qualidade que não conseguem entregar o potencial esperado.

Auxilia a prevenção de acidentes

Uma boa iluminação diminui bastante os riscos de acidentes de trabalho.

A iluminação é um fator de segurança para a realização de muitas atividades produtivas, sobretudo nas indústrias. Quando a visibilidade está comprometida, torna-se difícil e arriscado o uso de maquinários de forma segura, e isso pode se transformar em sérios problemas para a empresa. A luminosidade deficiente atrapalha o desempenho dos colaboradores (não apenas os da linha de produção) e reduz o ritmo de trabalho, além de causar erros pela falta de percepção dos detalhes. Ou seja, ainda pode comprometer a qualidade dos produtos fabricados.

Como consequência, a falta de claridade eleva os índices de acidentes de trabalho e pode até originar fatalidades. Sombras e ofuscamentos exigem maiores esforços dos trabalhadores e causam dores de cabeça. Com o passar dos anos, essas condições reduzem a capacidade visual das pessoas que permanecem expostas a esses fatores.

Reduz os custos

Luminárias industriais LED diminuem consideravelmente o custo de produção industrial.

Os impactos positivos acontecem em várias frentes. Primeiramente, na linha de produção propriamente dita, que ao fazer uso dessas luminárias mais adequadas ao trabalho, consomem menos energia.

Também há o aspecto da temperatura dos ambientes. Luminárias de LED não esquentam como as comuns, que não utilizam LED, e com isso, não contribuem para o aumento da temperatura interna em escritórios e demais locais fechados, diminuindo a necessidade do uso de ar condicionados, climatizadores e ventiladores em potência máxima.

Com a diminuição das manutenções (tanto as preventivas quanto as corretivas), as luminárias industriais LED ajudam a empresa a poupar mais esses gastos.

Fique de olho na garantia oferecida

Não custa repetir: quanto maior a garantia, maior a vida útil do produto e menor é a necessidade de manutenção. A conta é simples e direta.

O custo inicial um pouco mais elevado do LED, se paga rapidamente por meio da diminuição das manutenções e do consumo de energia elétrica.

Adquira produtos que garantam uma máxima performance por pelo menos 5 anos. O selo de garantia é um dos grandes fatores que aumentam a sua confiabilidade quando se utiliza luminárias de LED.

Invista com qualidade, opte pelos melhores fabricantes.

O que levar em consideração ao elaborar um projeto luminotécnico para empresas?

Quem passa muito tempo no local de trabalho sabe que a iluminação traz um enorme impacto no desempenho das atividades. Portanto, quando tratamos da iluminação de indústrias, grandes escritórios e estabelecimentos comerciais, é muito importante verificar se o produto que estamos comprando é realmente adequado para o perfil no nosso negócio.

Considerando critérios técnicos, é fundamental que o seu projeto contemple:

  • requisitos da NR17 (regulamentação que prevê a adequação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores);
  • medidas em prol da constante melhoria da eficiência energética;
  • estratégias de consumo e descarte sustentável;
  • parâmetros de manutenção preventiva (evitar reparos e substituições frequentes);
  • funcionalidade (criar ambientes adequados à sua função);
  • conforto visual;
  • produtividade.

Portanto, independentemente do tipo de luminária e do projeto de iluminação escolhido, é fundamental que o planejamento e a execução do trabalho seja realizado por profissionais capacitados.

Quais as diferenças entre as luminárias industriais LED e as luminárias estilo industrial?

Utilizar luminárias de LED com o estilo industrial é uma das grandes tendências de decoração de pequenos espaços residenciais e comerciais nos dias de hoje.

Mas há uma grande diferença entre luminárias industriais LED e as luminárias estilo industrial.

As luminárias estilo industrial apenas utilizam de uma estética parecida com aquelas que são verdadeiramente industriais, feitas para serem usadas efetivamente na indústria.

A entrega de potência, até mesmo por necessidade, é bem diferente. Luminárias residenciais não precisam ter as mesmas características das industriais.

Uma residência, por maior que seja, dificilmente terá um pé direito comparável a um grande galpão comercial. Além disso, o ambiente residencial não exige tanto do potencial das luminárias.

Portanto, a diferença mais básica é essa. É como se as luminárias estilo industrial copiassem os modelos das industriais, mas utilizando-se de materiais nem tão eficientes para iluminar grandes espaços, pois não é essa a função de uma luminária residencial.

Local de Utilização

As luminárias industriais LED são projetadas para serem utilizadas em todos os ramos da indústria, são diversos modelos disponíveis no mercado, que conseguem atender aos mais variados tipos de utilização pelas empresas.

Já as luminárias que são chamadas de “estilo industrial” apenas têm uma estética parecida com as industriais reais, mas são próprias para serem utilizadas em residências e até mesmo pequenos negócios, com apelo meramente visual e estético.

Tecnicamente, são bem inferiores.

Design

Essa é a palavra-chave para diferenciar os dois modelos de luminárias, as industriais das que têm um estilo industrial. O único aspecto em que são semelhantes é justamente no design.

As luminárias estilo industriais são feitas justamente com esse intuito de copiar o design industrial e levar essa tendência estética para outros ambientes, como cozinhas, escritórios, salas de estar, etc.

Tempo de utilização

Umas das preocupações quanto à aquisição de luminárias industriais LED, deve ser o tempo de vida útil dos equipamentos e o tempo da garantia oferecida pelos fabricantes.

Organizações empresarias possuem altos custos de operação e qualquer variação impacta direto no caixa, seja de forma positiva ou negativa. Manutenções e gastos com energia elétrica são aspectos que sempre estão sendo analisados e são o motivo de várias intervenções para que se chegue a cifras satisfatórias.

Já as luminárias estilo industrial, utilizadas como elementos estéticos em residências, por serem de LEDs também possuem maior quantidade de horas úteis quando são comparadas com luminárias tradicionais, que não utilizam LEDs. Porém, se a comparação for feita com as luminárias industriais LED, as últimas possuem durabilidade muito maior, podendo chegar de 50 a 100 mil horas.

Normativas de segurança

Enquanto as luminárias industriais LED devem obedecer a diversas normas técnicas de segurança, como por exemplo, a já citada NBR 8955 que preconiza regras de iluminação industrial, sobretudo no que tange à segurança do trabalho; as luminárias estilo industrial utilizadas em residências e pequenos escritórios apenas devem seguir as normas do Inmetro assim como qualquer produto do tipo.

Portanto, as luminárias industriais LED estão sujeitas a serem fiscalizadas pelos órgãos competentes e responsáveis pelas indústrias, o que não acontece com as luminárias comuns residenciais.

Quais são os principais mitos e verdades sobre a iluminação LED?

Foto Ilustrativa: Freepik

A iluminação LED tem tido uma maior aceitação entre os consumidores. Mesmo assim, ainda há muita desinformação, motivando confusões e dúvidas sobre a eficiência do produto. Para esclarecer eventuais questionamentos, aqui vão alguns mitos e verdades que você deve saber sobre esses produtos.

As lâmpadas e luminárias de LED não esquentam

Dispositivos LED emitem baixa radiação infravermelha, o que as torna dispositivos de baixa carga térmica. Para garantir uma temperatura de operação adequada para LED, que é sensível a altas temperaturas, elas são equipadas com dissipadores, geralmente placas de alumínio, que conduzem o calor para fora do produto.

Isso significa que, em relação às lâmpadas fluorescentes, as lâmpadas e luminárias de LED praticamente não interferem na temperatura do ambiente. Porém, há sim um pequeno aquecimento gerado pelo dispositivo.

Os dispositivos de LED podem ser descartadas no lixo comum

O apelo ambiental é, também, um dos principais diferenciais da tecnologia LED. Diferentemente dos outros tipos de iluminação, elas não apresentam nenhum metal pesado em sua composição e os materiais usados em usa construção são quase todos recicláveis.

Em rigor, portanto, esses produtos podem ser descartados no lixo comum, mas essa não é uma atitude recomendável, pois alguns de seus componentes podem exigir processos de separação especiais. Sendo assim, lâmpadas e luminárias de LED defeituosas, bem como qualquer material semelhante, devem ser entregues aos lojistas do setor ou para empresas especializadas para que providenciem o descarte apropriado.

As luminárias LED são mais resistentes que as lâmpadas comuns

A resistência das luminárias de LED pode variar de acordo com a qualidade da sua fabricação e os materiais utilizados em sua construção. Entretanto, embora sua vida útil seja longa, alguns cuidados são necessários para garantir o bom funcionamento do produto ao longo de todo seu tempo de uso, como:

  • não deixar as luminárias expostas à ação da umidade ou maresia, a menos que seu acabamento forneça proteção para tais intempéries;
  • não instalar luminárias em locais muito fechados e com pouca circulação de ar;
  • não expor as luminárias à impactos ou pressões mecânicas;
  • não violar o produto.

Como você pôde conferir, existem vários tipos de luminárias de LED no mercado, principalmente para instalações comerciais, como indústrias, estabelecimentos e escritórios. Por serem uma tecnologia durável, econômica e extremamente eficiente, são um investimento quase obrigatório para instalações de todos os tipos e tamanhos.

Este artigo fica por aqui, mas ainda temos muitos conteúdos para compartilhar. Se você gostou, não deixe de seguir as nossas redes sociais para acompanhar todas as nossas atualizações. Estamos no Facebook, no Linkedin e no YouTube!

We take processes apart, rethink, rebuild, and deliver them back working smarter than ever before.